You are currently browsing the category archive for the ‘Rio de Janeiro’ category.

Dizem que anos pares não são muito bons. Na verdade este ano para mim foi metá metá. Bom e ruim. E por incrível que pareça o ruim foi bom, já que consegui tirar do limão uma ótima limonada.

Este ano me provou o quanto sou forte. Fez me orgulhar ainda mais de mim, superei obstáculos, consegui estabilidade e me viro bem sozinha, no mais perfeito equilíbrio. Este ano mudei duas vezes de casa, mudei de emprego, mudei de ares, mudei de humor, mudei de clima. Este ano me reinventei. Provei por a + b quem sempre estará comigo, cultivei antigas amizades, cuidei de observar bem as novas…  Hoje minha família se preocupa bem menos comigo e me apoia muito mais, acredito que vêem o quanto posso ficar ainda melhor.

Então não tenho queixas.

Agradeço no fundo do coração a 2010.

Alegria sempre! Se não for sempre a gente faz uma forcinha…

Anúncios

Eu tinha o motivo de querer negar algumas coisas que essa “marca” me trazia.

Mas agora não tenho mais.

Foi com o Semipronta que me esbaldei no mundo dos Blogs e enfim, este fato me trouxe muita coisa boa, tanto, que estou no Rio, vivendo uma fase maravilhosa e esta fase me fez reater algumas idéias legais e cá estou.

“De volta pro meu aconchego”.

Se aprocheguem!

Até que o carnaval do Rio é bom. Mas o melhor do mundo é o da Bahia.
Não sei se é porque “Narciso acha feio o que não é espelho”.
Mas de verdade, aquela batida no peito, aquele suor ardente, aquela música, aquele povo, minha gente, não tem comparação. Não tem.
Eu fiquei muito em casa esses dias, e por vezes eu via meu carnaval na TV, até doía.

Eu tenho muita, muita saudade dos meus.
Mas fico até contente porque minha vinda pra cá só fez agregar. Comecei nessa de torcer por uma escola de samba, achava pacas de sem graça, mas esse ano numa vinheta com o trecho do enredo da U. da Tijuca eu faleI: “Essa escola eu faço questão de ver”. No domingo, caraca, Difudê! Ontem, mais Difudê ainda. A primeira vez que torço pra esse treco e de cara é a que ganha. Por isso eu digo Tijucanos: Eu dei sorte!
Agora numa Quinta de cinzas, literalmente, chove. É o adeus que dói mesmo, né? A folia vicia. Nem 7 dias de festa e a gente não quer voltar pra realidade. Mas mesmo assim eu fico feliz por voltar. Colocar em prática o que eu pensei pra minha vida esses dias. O ano não começa agora? E eu me disse que seria o meu ano. Das mudanças que começaram em 2009…
E lá vou eu, lá vou eu!

Lore Almeida

Não tão simples. Pelo contrário. 24 anos e formada como Comunicóloga desde o berço. Lorena Almeida. Lorena porque meu pai é loiro e minha mãe morena, muito criativos esses seus pais!!! Eterna metamorfose, tudo demais e transbordante. Vida!!! Mais do que pode suportar... Às vezes explode, explosão de fúria, amor, desequilíbrio. Tem vezes que se sente a velha mais rabugenta do mundo, outras, a criança mais desprotegida e entusiasmada que existe. Esforço, amizade, família, namorado, INTERNET, atualidades, notícia, diversão, cinema, publicidade, arte, sapatilhas, chocolate, comida oriental... Perseguidora das respostas, mas sem interesse de achá-las prontas. Discussão, discórdia, OPINIÃO. "Não sou detentora da razão. Ela está em partes, precisamos uní-la".

Dia-a-dia

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031